Rio de Janeiro, 24 de Junho de 2019

Congresso estuda prevenção da cegueira no Brasil

Congresso estuda prevenção da cegueira no Brasil

 Dados de pesquisa inédita realizada em todo o país foram apresentados no XVIII Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação, que aconteceu na capital catarinense


No Brasil existem mais de 1 milhão de cegos e 4 milhões de deficientes visuais, segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), que estima ainda que 90% das vítimas de cegueira no país são de baixa renda. É para tentar encontrar políticas públicas que resolvam esse problema que o XVIII Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação visual quer discutir estudos e avanços nos tratamentos e cirurgias das doenças oculares que levam à cegueira em todo o país. No evento será apresentado o resultado de pesquisa multicêntrica que pretende traçar o perfil da cegueira no país, relacionando-a com a expectativa de vida apresentada em cada região. Os dados, segundo os presidentes do congresso, doutores João Luiz Lobo Ferreira e Ayrton Ramos devem servir para alertar governantes e estudiosos para o problema que se alastra no Brasil e, principalmente tentar reverter esses dados.

Expectativa - A Prevenção de anos de vida com cegueira é o tema da pesquisa e segundo os presidentes do congresso, o levantamento dos agravos oculares na população é o primeiro passo para se identificar as prioridades e estratégias dos gestores de saúde, políticos, pesquisadores e médicos no combate à cegueira.

Para a pesquisa, estão sendo utilizados dados de pacientes avaliados nos cursos de Residência Médica em Oftalmologia credenciados pelo CBO ou pelo MEC em todo o país. "Cada região do Brasil tem uma característica diferente. A análise estatística considera a idade e a causa de cegueira dos pacientes, que serão correlacionadas com a expectativa de vida de acordo com levantamento do IBGE. A definição de anos de cegueira, que é a estimativa do número de indivíduos cegos multiplicado pela expectativa de vida da região de procedência destes pacientes, nos mostra o cenário do impacto destes agravos oculares", explicam.

 Premio "amigos da visão"

Oftalmologistas e autoridades receberam uma homenagem durante o XVIII Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual, na Assembléia Legislativa de Santa Catarina. O evento, que aconteceu no dia 02 de setembro, às 19 horas, teve como tema a Proteção da Saúde Ocular do Brasileiro. Uma placa foi entregue para autoridades públicas e da área oftalmológica que se destacaram e contribuíram de alguma forma para a proteção da saúde ocular no país. A luta para a regulamentação do Ato Médico, iniciada com o apoio do atual deputado federal Geraldo Althoff, hoje continua e está nas mãos do deputado federal Edinho Bez, ambos homenageados na noite. "É gratificante saber que as autoridades estão envolvidas e buscando melhorar a saúde da população. O Ato Médico não regulamenta apenas a profissão, como também garante que o paciente seja bem atendido, por profissionais qualificados", destacam os presidentes do congresso doutores João Luiz Lobo Ferreira e Ayrton Ramos.

A sessão solene precedeu o início do evento, que foi realizado no Centrosul, de 03 a 06 de setembro. Serão quatro dias de palestras com profissionais de renome nacional e internacional, apresentação de trabalhos científicos, simpósios e mesas redondas que irão discutir e abordar assuntos de interesse dos oftalmologistas. Levantar as causas de cegueira no Brasil e correlacioná-las com a expectativa de vida dos pacientes em todas as regiões do país é a maior das propostas do evento, que terá 364 horas divididas em aproximadamente 1270 palestras de 15 minutos, que tratarão dos principais temas relacionados à oftalmologia, além de vídeos, temas livres e a apresentação de pôsteres. Durante o evento, a prevenção está incluída em todos os 81 simpósios, além de ser mais profundamente discutida em cinco mesas redondas com carga horária total de 10 horas.


Sessão Solene: Proteção da Saúde Ocular do Brasileiro

Data: 02/09/08

Hora: 19 horas

Local: Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina

Crédito:Cris

Autor:

Fonte:Universo da Mulher