Rio de Janeiro, 22 de Julho de 2019

O Príncipe e o Sapo

Leitora Gaúcha

Estou com 51 anos, sou decidida, resolvida e independente.
 
Algumas amigas minhas mais novas dizem que eu tenho um pique e uma alegria de viver que elas não tem.
 
Freqüento bons lugares, em boa companhia.
 
O grande problema é que mesmo com esses pré-requisitos, eu não acerto a mão com homem nenhum.
 
Aparece cada cara, que no inicio ate acho que vale a pena, mas depois eles se mostram outra pessoa e o pior é que eu encontro muita dificuldade em me distanciar mesmo conhecendo a essência do cara.
 
A lista não é pequena, já conheci homem vulgar, alcoólatra, impotente sexual e até o casado.
 
Todos muito diferentes entre si, mas que tinham em comum o fato de não terem as características do homem que eu procurava.
 
Eles aprontam, mentem, me enganam e eu até termino, mas depois eu fico com saudades, e acabo cedendo, perdoando.
 
Dessa maneira vou levando minha vida e não consigo me aproximar de algum homem que vale a pena.
 
Conheci um homem que parecia maravilhoso.
 
Entreguei-me, tentei, mas não consegui manter.
 
Fico me questionando se eu só consigo me apaixonar por homens que não são pra mim.
Hellen – RS

O Príncipe e o Sapo
 
Eu sou de ninguém, eu sou de todo mundo e todo mundo me quer bem.
 
Será que essa musica dos tribalistas poderia ser a sua trilha sonora?
 
De fato encontrar o homem que se procura hoje é uma tarefa que parece ser bem árdua.
 
Não porque não existam homens que valham a pena, mas sim porque para achar alguém se faz necessário conhecer a si mesmo, se olhar no espelho e saber quem você é.
 
Vivemos nossa vida, acordando, respirando, olhando e projetando.
 
Projetamos no nosso dia a dia, em nosso trabalho, na escolha da roupa e não menos em nossas relações amorosas.
 
Em sua carta você aponta que consegue enxergar as características nesses homens que você não busca.
 
Será que realmente você sabe quais são essas características?
 
Será que não olha para esses homens e enxerga características que você realmente gosta ou te atraem?
 
As mulheres nascem e crescem com a história da carochinha que um dia encontrarão seus príncipes.
 
Saiba que a sua vida amorosa não é um romance de Machado de Assis, e que príncipes não existem. 
 
Assim como também não existem princesas.
 
Sempre teremos enquanto ser humano um saco cheio de características que poderiam ser mudadas, aperfeiçoadas e extintas.
 
Somos feitos de erros e acertos, positivo e negativo.
 
Busque dentro de você que homens são esses que você não consegue se afastar e se entenda que projeção é essa que você faz em cima desses homens-sapos.
 

 
Envie seu e-mail para thiago.spinelli@universodamulher.com.br e tenha sua mensagem respondida pelo psicólogo Thiago Spinelli.
 

Crédito:Christina Gomes

Autor:Thiago Spinelli

Fonte:Universo da Mulher