Rio de Janeiro, 21 de Outubro de 2018

Varizes: como evitá-las

Adeus Varizes

 

            Varizes são veias superficiais anormais, dilatadas, cilíndricas ou saculares­, tortuosas e alongadas, que são uma conseqüência do mau funcionamento da circulação venosa do organismo. A obrigação da veia é levar o sangue do pé para o coração e quando isso não acontece acontecem edemas e inchaços das pernas e pés.

            No Brasil, 70% das pessoas acima dos 70 anos têm varizes. Mais as mulheres do que os homens. Os sintomas mais comuns, relatados pelos pacientes, são dor tipo “queimação” ou “cansaço”, sensação de pernas pesadas, edema (inchaço) principalmente ao redor do tornozelo, que, pioram no fim do dia, no período menstrual e também durante a gravidez.

            Segundo a cirurgiã vascular Maialu Rodrigues, Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular, o tratamento vai depender de uma avaliação clínica criteriosa para detectar o problema e escolher a melhor forma de tratá-lo.

“Examinamos os pacientes e avaliamos qual tipo de tratamento será indicado, já que existem varizes desde grosso calibre até as microvarizes” diz a médica lembrando que aqueles cordões varicosos, salientes e visíveis, que elevam a pele, e aquelas pequenas veias de trajeto tortuoso ou retilíneo devem ser tratadas cirurgicamente.

Já as microvarizes (que são as mais comuns) podem ser tratadas com a escleroterapia, ou seja, um tratamento a base de injeções, onde as pequenas veias são secadas.

“Injeta-se o medicamento dentro no pequeno vaso o que vai causar uma irritação química fazendo com que o mesmo se feche. É como se secasse a veia, ela fica afastada da circulação”, explica Maialu Rodrigues.

Muitos tratamentos no decorrer dos anos vêm surgindo como a laserterapia, a crioescleroterapia e injeções de espuma, entretanto a médica é categórica ao afirmar que os resultados estéticos são muito semelhantes a escleroterapia só que este método ainda é o mais tradicional, acessível, seguro e barato. Cada sessão pode custar a partir de R$100.

“Trinta e cinco por cento das pessoas acima de 15 anos têm algum quadro de varizes. Isso aumenta gradativamente com a idade”, esclarece a médica lembrando que quanto mais cedo se iniciar o tratamento, melhor é o resultado estético.           

Existem muitos fatores que são difundidos como causadores de varizes, como: subir escada, usar saltos altos, porém, os que realmente têm comprovação pela fisiologia são trabalhar muitas horas em pé ou sentada, obesidade, gravidez, sendo o fator genético o maior responsável.

Para evitar o surgimento das varizes a médica dá as seguintes recomendações:

1 - Faça exercícios físicos regularmente e sob orientação de um Professor de Educação Física, sem exageros!

2 - Evite ganho de peso. Se estiver acima, emagreça!

3 - Durante seu trabalho, faça movimentos de flexão e extensão com os pés para ativar a circulação. Se possível, levante-se e caminhe por alguns minutos a cada duas horas.

4 - Apesar do calor, o uso de meia de compressão elástica é a melhor forma de prevenção. Mas, antes de comprar, consulte seu angiologista ou cirurgião vascular para indicar a mais adequada para você.

5 - Não fume!

 

Crédito:Cris Padilha

Autor:Daniely Corrêa

Fonte:DMC 21