Rio de Janeiro, 14 de Outubro de 2019

Artrose em mulheres: maior consumo de leite, menor progressão da doença?

Artrose em mulheres: maior consumo de leite, menor progressão da doença?

Um recente estudo realizado pela Universidade de Harvard analisou o fato de mulheres com hábito de consumo regular de leite apresentarem uma menor progressão da artrose de joelhos.

A redução do espaço articular do joelho foi comparado entre  mulheres portadoras da doença ao longo de quatro anos pelos pesquisadores de Harvard.

Naquelas que nunca consumiram leite, a redução do espaço articular foi de 0,38 mm ao longo de quatro anos.

Em mulheres que consumiam até seis copos de leite por semana, a redução do espaço articular foi de 0.29mm. E em mulheres com consumo de sete ou mais copos de leite por semana, a redução foi de 0,26mm .

Portanto, além de ajudar a manter uma boa suplementação de cálcio para o fortalecimento dos ossos e prevenção de fraturas, o leite ajuda ao tratamento da artrose de joelho.

“Recomendamos aos nossos pacientes que além da medicação, reabilitação física por meio da hidroterapia, exercícios específicos para o joelho e a viscossuplementação, que incluam em sua dieta alimentar o leite”, afirma Haim Maleh, professor de Reumatologia da UFRJ e Fisiatra e Reumatologista do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo, que acaba de voltar de Paris, onde participou ativamente do Congresso Europeu de Reumatologia.

Crédito:Cristine Cordeiro

Autor:Redação

Fonte:Universo da Mulher