Rio de Janeiro, 17 de Agosto de 2019

Homens usam cada vez mais silicone

Saiba quais as regiões do corpo os homens estão turbinando
 
Não é de hoje que a ala feminina utiliza o silicone para turbinar as mamas, empinar o bumbum e melhorar o contorno corporal.
 
Sucesso absoluto entre as mulheres não demorou muito para o silicone conquistar a outra ala, a masculina. Para ganhar mais volume e também deixar o contorno digamos assim, mais sarado, homens estão recorrendo aos implantes de silicone.
 
Segundo a última pesquisa sobre cirurgia plástica realizada pelo IBOPE, cerca de 1800 homens colocam silicone por ano no Brasil.
 
E sabe quais regiões eles turbinam?
 
O tórax, panturrilhas, braços, bumbum e queixo. O que não se consegue na academia puxando ferro, o bisturi e os implantes podem resolver.
 
O cirurgião plástico, Luiz Haroldo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, explica como cada cirurgia é realizada e seus prós e contras. Confira:

PEITORAL MASCULINO:
 
A cirurgia para colocação da prótese no tórax funciona com uma pequena incisão na axila, onde o cirurgião cria um espaço para inserir o silicone abaixo do músculo peitoral, deixando o tórax com maior projeção.
 
Como qualquer outra cirurgia, é fundamental fazer todos os exames pré-operatórios e, depois, seguir as recomendações pós-operatórias. Em geral, cinco dias após a cirurgia o paciente já pode retomar suas atividades habituais. Já os exercícios físicos, somente após 30 dias. Enquanto a prótese feminina é arredondada e grossa, a masculina é retangular e fina. Há três tamanhos: P (190 ml), M (230 ml) e G (300 ml).
 
De acordo com a Silimed, maior fabricante de implantes de silicone da América Latina, os implantes usados por homens no tórax registraram aumento de 25% no ano passado (antes, de 2009 para 2010, o aumento foi de 17%). Há três tamanhos no mercado: P (190 ml), M (230 ml) e G (300 ml). O tamanho M, 230 ml, é o que tem mais saída.
 

PANTURRILHA OU BATATA DA PERNA:
 
O silicone também é uma excelente alternativa para turbinar as batatas da perna. É muito difícil ganhar massa muscular nessa região e o silicone é a solução mais procurada. – A cirurgia consiste em implantar a prótese por meio de um pequeno corte de 3,5 cm na prega posterior da dobra do joelho, sob anestesia geral, raquidiana ou peridural e sedação.
 
O volume da prótese deverá ter uma relação entre a altura, o peso e o desejo do paciente. Existem dois desenhos destas próteses: um deles, simétrico, tem 7 tamanhos. O outro, assimétrico, tem 3 tamanhos.
 
Os mais utilizados são de 140 ml e 180 ml. Podem ainda ser utilizados implantes feitos sob medida, dependendo das características físicas do paciente. O paciente recebe alta para andar em 8h e o uso de meias elásticas é recomendado no 7 primeiros dias. Atividade física só após 45 dias.
 

MENTOPLASTIA: São candidatos a mentoplastia pessoas que apresentam o queixo retraído ou avançado causando desarmonia no perfil facial. Esta cirurgia corrige defeitos no posicionamento do queixo através de incisões cirúrgicas que podem ser realizadas no interior da boca ou na parte inferior do queixo. O avanço do queixo pode ser realizado pelo reposicionamento do próprio osso do paciente ou através da colocação de próteses. Com a técnica para colocação de mento, em uma semana a pessoa volta às atividades normais, tendo somente pequeno inchaço local.
 

PRÓTESES DE GLÚTEOS:
 
A prótese é inserida através de uma incisão realizada no sulco interglúteo, ou seja, na prega entre as nádegas. Desta forma as cicatrizes ficam escondidas e camufladas em uma prega corporal natural.
 
Assim como na cirurgia de prótese mamária o cirurgião plástico deve ser consultado sobre o volume adequado da prótese em relação ao contorno corporal do paciente. É uma cirurgia de rápida execução, porém de recuperação um pouco mais demorada que a cirurgia de colocação de implantes peitorai

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Redação

Fonte:Rojas Comunicação