Rio de Janeiro, 26 de Outubro de 2021

Tratamento com BOTOX® é mais eficaz que cremes tópicos na redução das rugas faciais

Um estudo ministrado pelo doutor Kenneth Beer, dermatologista e membro da Sociedade Americana de Dermatologia, comparou BOTOX® (toxina botulínica tipo A) com produtos de uso tópico, como cremes e géis, no tratamento de linhas e rugas de expressão. Os resultados deste estudo demonstraram que o tratamento com BOTOX® é considerado mais eficaz, seguro, duradouro e mais satisfatório para os pacientes quando comparado ao tratamento com cremes tópicos.
 
A pesquisa mostrou ainda que mais de 86% dos pacientes tratados com a toxina botulínica tipo A tiveram suas linhas e rugas de expressão reduzidas em 50% ou mais, representando uma diferença significativa em comparação aos outros tratamentos.  
 
O estudo, conduzido pelo doutor Kenneth Beer, contou com a participação de 77 pacientes e foi dividido em duas fases. Na primeira fase do estudo, os participantes foram separados em cinco grupos. Cada grupo recebeu um regime diferente de tratamento a citar: aplicação de BOTOX®, aplicação de placebo, aplicação tópica de HydroDerm™, aplicação tópica de StriVectin-SD™ e aplicação tópica de Wrinkle Relax™. É importante mencionar que os 03 cremes tópicos citados são produtos que prometem, em suas propagandas, eficácia comparável ao tratamento com BOTOX®.

Na segunda fase do estudo, todos os pacientes suspenderam o regime de tratamento da 1ª fase do estudo e posteriormente receberam o tratamento com BOTOX® . Esta mudança ocorreu para que cada paciente pudesse avaliar o seu nível de satisfação com cada produto. O resultado demonstrou que o medicamento é mais eficaz no tratamento das linhas e rugas de expressão e rugas, especialmente na região glabelar (entre as sobrancelhas).
 
Para a dermatologista e doutora da especialidade pela Universidade de São Paulo, Bhertha Tamura, cremes e toxina botulínica atuam de forma totalmente diferente. “O creme age superficialmente na pele, pois não penetra até os músculos da expressão facial, ou seja, apenas trata superficialmente a pele enquanto que a toxina botulínica tipo A trata a musculatura abaixo da pele e da gordura subcutânea, ou seja, age diretamente no músculo responsável pela formação da ruga ou linha de expressão”, explica a médica.
 
Por outro lado, a doutora lembra que os cremes podem complementar o tratamento com a toxina botulínica por meio da suavização de linhas finas e hidratação da pele, porém não têm a mesma eficácia que BOTOX® (toxina botulínica tipo A) na redução das rugas faciais. “Os cremes são hidratantes e cuidam da pele, mas jamais poderiam agir como a toxina botulínica tipo A que relaxa o músculo responsável pela formação da ruga”, acrescenta a doutora Bhertha.
Em termos econômicos, “o tratamento com produtos tópicos exige o uso em longo prazo de diversos tipos de cremes e protetores solares, geralmente importados ou de manipulação, o que custa caro e faz da toxina botulínica tipo A um procedimento mais econômico”, diz a dermatologista.
 
 
Resumo
 
Os resultados do estudo demonstraram que BOTOX® foi considerado o tratamento mais eficaz para a redução de linhas e rugas de expressão por mais de 86% dos pacientes, sendo que 50% ou mais tiveram suas linhas e rugas de expressão reduzidas. Esse índice representou uma diferença significativa em comparação aos outros tratamentos.
 
Sobre a Allergan e BOTOX®
A Allergan, fabricante de BOTOX® (Toxina Botulínica Tipo A) é líder e pioneira na produção e distribuição da toxina botulínica tipo A. No Brasil, BOTOX® (Toxina Botulínica Tipo A) é aprovado pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o tratamento de linhas faciais hipercinéticas (rugas ou linhas de expressão) e hiperidrose palmar e axilar desde 2001. As indicações terapêuticas de BOTOX® (Toxina Botulínica Tipo A) são aprovadas pela Anvisa desde 1992. BOTOX (Toxina Botulínica Tipo A) é indicado para o tratamento de espasticidade (contração e rigidez muscular), paralisia cerebral associada com espasticidade, distonia (contração involuntária do músculo), blefaroespasmo, espasmo hemifacial e estrabismo.
Para assegurar que BOTOX® (Toxina Botulínica Tipo A) seja indicado e aplicado de maneira correta e de acordo com as necessidades dos pacientes, a Allergan promove programas intensivos de treinamento e atualização da classe médica brasileira onde são discutidas questões anatômicas e fisiológicas dos pacientes, além das características do produto e sua aplicação.

 

Crédito:Fatima Nazareth

Autor:Roberta Bernardo

Fonte:Burson-Marsteller