Rio de Janeiro, 25 de Setembro de 2020

O reality show Big Brother Brasil e o carnaval reafirmam moda da prótese de silicone nos seios.

A colocação de próteses de silicone nos seios é uma das cirurgias plásticas mais procuradas. Principalmente, porque o padrão de beleza atual pede seios fartos. Quem não consegue realizar esse sonho pagando a vista  tem procurado parcelamentos em até 36 vezes.


Está em todo lugar: na TV, nas fotos das celebridades nas revistas, na rua... A moda da prótese de silicone nos seios parece que chegou para ficar e com o carnaval  e a exibição do reality show Big Brother Brasil, ela fica ainda mais evidente.

Esse padrão de beleza atual pede seios fartos, mas, a maioria das brasileiras possui mamas pequenas. Por isso, cada vez mais mulheres optam pela colocação de próteses de silicone que é uma das cirurgias plástica mais procurada na atualidade. A mamaplastia de aumento é geralmente efetuado em mulheres que apresentam mamas pouco desenvolvidas e desejam um busto maior. Mas, também é realizado nos casos de diminuição do volume das mamas devido à gravidez ou perda de peso, bem como naquelas que necessitam reconstruir a mama após mastectomia (cirurgia para retirada da mama nos casos de câncer).

Essa cirurgia, normalmente apresenta ótimos resultados, principalmente devido ao surgimento de novas próteses de silicone dotadas de alta tecnologia, que facilitam o processo de cicatrização interna e dão um aspecto natural às mamas. O desenvolvimento de técnicas inovadoras também ajudou a tornar a mamaplastia de aumento mais segura e capaz de oferecer resultados excelentes.

Um cuidado fundamental na hora de fazer qualquer cirurgia é verificar se o médico escolhido é Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Para ter mais segurança, antes de se submeter a um procedimento cirúrgico, também é aconselhável conhecer o histórico do cirurgião plástico e a  ‘sala de espera’ pode ser um dos melhores locais para essa pesquisa

Porém para realizar o sonho de ter seios remodelados é necessário um investimento de cerca de R$ 3.950,00 e como nem todas as mulheres possuem esse dinheiro para pagar a vista, elas estão optando pela facilidade do pagamento em parcelas, que hoje pode ser feito em até 36 vezes. Nos Estados Unidos,  pagar em parcelas tratamentos médicos é muito comum e no Brasil já há empresas que intermediam a negociação financeira entre médicos, pacientes, hospitais e fornecedores de próteses. “Para a mulher que quer fazer uma cirurgia plástica, a empresa intermediadora, ou seja, aquela que intermedia um contrato financeiro e administrativo entre o cliente e o banco financiador é um agente facilitador e quem ganha é o cliente” explica Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional -Cirurgia Plástica.

O Centro Nacional – Cirurgia Plástica, que tem sede em São Paulo, também conta com unidades franqueadas no Rio de Janeiro, Niteroi, Curitiba, Salvador, Manaus, Campinas, ABC Paulista, Santos e Guarulhos.  O site da empresa é http://www.plasticaparcelada.com.br e o  telefone da unidade central é  11 3231-5757.


Crédito:Cris Padilha

Autor:

Fonte:Euracy Campos