Rio de Janeiro, 05 de Março de 2024

Educação financeira infantil

Entenda mais sobre educação financeira para crianças

Um debate bem interessante que tem tomado boa parte das redes sociais é justamente a educação financeira e o fato das crianças terem ou não a necessidade de aprender e conhecer mais sobre esse assunto.

Muitas pessoas defendem a ideia de que as crianças devem aprender a lidar com o dinheiro desde cedo, pois desde essa primeira etapa até em momentos de seu crescimento essa criança tende a lidar com dinheiro.

Por exemplo, a criança, ao ir na cantina da escola em seu intervalo e comprar um lanche, já realiza esse processo com o dinheiro e comprova o fato de que desde bem novos já temos acesso e contato direto com o dinheiro.

Ou seja, com a educação financeira infantil em pauta e sendo trabalhada de uma forma consciente, a criança tende a crescer com uma base, evitando situações de riscos em sua vida e conseguindo ter uma boa administração em relação aos seus recursos.

Sendo assim, uma criança que possui uma educação financeira e cresce entendendo o quão isso é importante em sua vida tende a ter reflexos positivos até mesmo em seu trabalho com monitoramento de alarme, sabendo administrar seus recursos e ganhos da melhor forma possível.

Além do mais, é importante ressaltar que quando falamos de educação financeira, essa questão não está associada a tornar a criança refém do dinheiro, mas sim fazer com que ela saiba lidar com algo que estará presente em praticamente toda a sua vida.

Por isso, é fundamental que as crianças saibam desde pequenos lidar com o dinheiro, conseguindo estabelecer organização financeira e principalmente evitar possíveis problemas e uma falta de desorganização em sua vida.

Pensando nisso, hoje iremos falar justamente sobre a educação financeira infantil, evidenciando a sua significação, como ela geralmente funciona para as crianças, a sua importância e os benefícios que ela tende a proporcionar.

Vamos lá!

O que é a educação financeira?

A educação financeira é caracterizada diante do mercado como um processo no qual os indivíduos tendem a melhorar a sua compreensão em relação ao dinheiro e a produtos financeiros.

Ou seja, mais do que apenas poupar e evitar os gastos, a educação financeira está associada a sobre como as pessoas sabem utilizar seu dinheiro, planejando, calculando e sabendo tomar as decisões de uma forma totalmente assertiva.

Sendo assim, desde a utilização consciente do seu salário em uma empresa de transporte e logística aos gastos mensais, com a educação financeira tudo tende a se manter organizado e com o máximo de planejamento.

Por isso, a educação financeira, diferente do que muitos pensam, não está associada somente a guardar dinheiro ou deixar de aproveitar momentos da vida.

Muito pelo contrário, é a partir da educação financeira que as pessoas aprendem a utilizar e administrar suas finanças com muito mais precisão.

Entretanto, em nosso país, por não termos orientações e processos de educação financeira com tanta proporção, é comum que as pessoas acabem se vendo em dívidas e com dificuldades em sua vida adulta e suas finanças.

Logo, diante desse cenário e questões que, além de evidentes, são parte da realidade da maior parte do país, a educação financeira infantil tem sido um tema cada vez mais discutido e necessário para a população.

Afinal de contas, uma criança que cresce aprendendo a lidar com dinheiro e sabendo o quão importante isso é para a sua vida e futuro, ela tende a ter reflexos incríveis em cada etapa do seu crescimento e desenvolvimento.

O que é a educação financeira infantil?

A educação financeira infantil se mostra até mesmo simples de ser entendida, sendo caracterizado como o ensino das finanças pessoais na infância, fazendo com que, desde os primeiros passos, os pequenos saibam lidar com algo que os tende a acompanhar durante toda a sua vida.

Ou seja, assim como para um adulto é importante saber lidar com o dinheiro que ele recebe com a venda de um balão volumétrico, para as crianças também é essencial saber lidar com o dinheiro que elas recebem dos pais ou do dinheiro que elas venham receber no futuro.

Sendo assim, por meio da educação financeira as crianças tendem a aprender os princípios básicos sobre como lidar com o dinheiro para ter um futuro muito mais próspero e consciente.

Além do mais, aprender a gerenciar e administrar as finanças desde pequeno garante para os pequenos uma relação muito mais saudável e positiva com o dinheiro e por isso esse tema tem ganhado cada vez mais importância.

Afinal de contas, a prospecção do futuro é que as pessoas saibam lidar melhor com suas finanças, evitando gastos desnecessários e conseguindo ter muito mais controle em relação ao que elas tendem a ganhar e gastar.

Por isso, a educação financeira infantil se mostra cada vez mais importante sendo algo que tende a fazer diferença na abertura de mei e em cada etapa da vida dessa criança ao crescer e se desenvolver como adulto.

Como funciona a educação financeira infantil?

A educação financeira infantil em seu funcionamento se baseia em alguns pilares que são cruciais para o comportamento e a relação das pessoas com o dinheiro e com os recursos que elas tendem a adquirir.

Ou seja, dentre as principais lições que a educação financeira tende a passar para as crianças é ensinar o verdadeiro valor do dinheiro e o quanto é importante saber administrá-lo e o investir com consciência.

Sendo assim, por mais que hoje as crianças não possuam, por exemplo, um emprego em um escritório de contabilidade, a educação financeira tende a preparar os pequenos para o futuro, estabelecendo hábitos e ações muito mais positivas.

Dessa forma, assim que as crianças começam a entender e se habituar com os números, a educação financeira já pode ser aplicada, realizando essa introdução com o conceito de valores e o contato com notas e moedas.

Por isso, é essencial que os pais e os responsáveis pelas crianças entendam a importância da educação financeira infantil estabelecendo métodos que tendem a intensificar e gerar esse ensinamento para os pequenos.

Importância da educação financeira infantil

A educação financeira infantil tem uma grande importância e proporção para as crianças, pois é através dessa educação e ensinamentos que as crianças tendem a compreender o real valor do dinheiro.

Ou seja, desde a compra dos lanches na cantina a um aparelho auditivo valor, as crianças, ao entenderem o real valor do dinheiro, preservam hábitos positivos desde os seus primeiros passos.

Além do mais, outro ponto bem importante em relação à educação financeira infantil é a questão das crianças associarem o esforço à recompensa, entendendo a lógica do mercado e do empreendedorismo.

Sendo assim, ao entender essa lógica estabelecida diante do mercado, as crianças têm a consciência que é importante poupar para ter alguns produtos e principalmente o quanto a disciplina faz toda a diferença para uma vida próspera e feliz.

Vale ressaltar que a criança também tende a compreender que muitas vezes ela precisa fazer escolhas para ter o que ela quer, fazendo com que assim a disciplina seja um ponto forte diante do seu crescimento.

Dessa forma, ao estabelecer e aplicar a educação infantil, a criança tende a ter uma noção sobre as possíveis limitações do orçamento familiar, tendo reflexos positivos dessa consciência até mesmo em seu futuro com serviços de limpeza terceirizados e outros empregos e etapas.

Benefícios da educação financeira infantil

Por mais que a educação financeira infantil atualmente não seja uma realidade da população e sociedade, é mais do que necessário que essa questão seja estabelecida e que as crianças saibam lidar com esses fatores de uma forma muito mais positiva.

Afinal de contas, ensinar desde cedo as crianças e adolescentes a lidarem com o dinheiro pode fazer toda a diferença, tanto no presente como também para o futuro e para cada passo que os pequenos venham a dar.

Por isso, para que as crianças tenham um futuro promissor ao considerar sua carreira com engenharia ou até mesmo com cocho para gado, a educação infantil tende a ser um fator determinante e totalmente essencial.

Logo, para que fique ainda mais clara a importância da educação financeira infantil, confira os benefícios que ela tende a proporcionar e entenda o quão determinante ela é para o crescimento dos pequenos.

  • Muito mais facilidade para aprender;

  • Ajuda a dar valor ao que possui;

  • Ajuda a reconhecer a importância do trabalho;

  • Contribui com a formação escolar;

  • Fortalece a relação entre pais e filhos;

  • Contribui para uma vida financeira saudável.

Sendo assim, ao destacar cada ponto, fica claro o quanto a educação financeira infantil é uma pauta totalmente importante e que deve ser estabelecida o quanto antes visando a evolução, crescimento e amadurecimento dos pequenos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Jennifer Kauffman

Fonte:Guia de Investimento