Rio de Janeiro, 28 de Outubro de 2020

Extrato de proteína da batata é última novidade em emagrecimento

Batata para emagrecer 

 
Extrato de proteína da batata é última novidade em emagrecimento natural 
 
No consultório da médica ortomolecular especializada em emagrecimento, Luciana Granja, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, mulheres com queixas de gordura localizada no abdome e no quadril, tiveram redução de peso entre 3,5 a 5 quilos e, nas medidas, de até 12 cm do abdome e  8 cm do quadril em dois meses. Esse é o resultado do uso da mais nova arma natural contra a obesidade, o extrato de proteína da batata. Comercializadas em cápsulas manipuladas, a "slendesta potato protein" é a última novidade em emagrecimento.

Com acompanhamento médico e doses personalizadas, os fitoterápicos são importantes auxiliadores no processo de emagrecimento. O extrato de proteína de batata branca está sento considerada a opção natural adequada para enxugar os quilinhos extras, aqueles que normalmente são os mais difíceis de eliminar.

"Com acompanhamento médico adequado e doses personalizadas, a slendesta é um importante auxiliador no processo de emagrecimento", afirma a farmacêutica,  Iara do Rosário Neponuceno, da Farmárcia de Manipulação Equilibrium, entusiasmada com  a novidade, que já conquistou especialistas renomados no Rio.

O extrato de proteína da batata administra a sensação de fome de forma natural e segura, não afetando o sistema nervoso central. Se problema é regular o apetite, e cortar alguns excessos, o Slendesta é o mais indicado "Trata-se de um produto 100% natural, seguro e eficaz. Diversos estudos clínicos comprovam os seus efeitos no aumento da saciedade, ajudando a controlar a ingestão de alimentos" explica Iara Neponuceno.

"O produto ajuda a controlar o apetite, e aqueles ataques de gula terríveis que complicam qualquer dieta ou plano alimentar", afirma Luciana Granja _ "De forma natural, o extrato de proteína da batata atua no organismo enviando mensagens ao estômago e ao cérebro de que já comemos o suficiente".

A slendesta não pode ser encarada como um substituto de qualquer alimento, mas ajuda a comer menos, em menores porções, e sem aqueles abusos nos intervalos ou finais das refeições. _ "O extrato de proteína da batata atua no nível metabólico, diminuindo a fome de forma natural e não quimicamente como as anfetaminas", completa Iara Neponuceno.

Muitas pessoas, mesmo aquelas que resistem aos remédios alopáticos para emagrecer, estão se rendendo a novidade por ser natural e agir de forma suave, sem mexer com o equilíbrio do organismo, que diminui as chances de ter os quilos perdidos de volta. A automedicação, no entanto, não é recomendada. Somente farmácias de manipulação - autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) - podem preparar as pílulas na concentração indicada por um profissional habilitado. Isso também evita que dinheiro jogado no lixo.

Como funciona

A Colecistoquinina (CCK) foi primeiramente descoberta em 1928 e tem sido pesquisada em seres humanos pelos últimos vinte e seis anos. Por anos tem-se pesquisado este inibidor de Proteinase II (IP2) da batata. Originalmente descoberto nos anos sessenta, o IP2 melhora a liberação do peptídeo de sinalização natural do corpo, o CCK, para promover a saciedade e administrar a fome.

O Inibidor de Proteinase II (IP2), componente ativo encontrado na batata, aumenta a produção do hormônio CCK (colecistoquinina) no organismo. Uma vez liberado na corrente sanguínea, o CCK age em vários órgãos, incluindo o estômago e o cérebro, onde é responsável pela manutenção da saciedade.

Interage de forma natural com o organismo, inibindo as enzimas que degradam a CCK, possibilitando o envio de sinais para o cérebro, do tipo: "Eu estou satisfeito. Pare de comer". Dessa forma, as pessoas ingerem uma quantidade menor de comida e conseguem controlar as "beliscadas" entre as refeições. É importante lembrar que o ingrediente não interage com o sistema nervoso central. Apenas estimula a produção de CCK pelas células do intestino e, com, isso influencia uma mais rápida viagem da CCK para o cérebro, "desligando" o interruptor da fome.


Dra. Luciana Granja (Ortomolecular)
CRM-RJ- 52-63489-1
(21) 2484-3827 - Rio de Janeiro-RJ.
 
 

Crédito:Cris Padilha

Autor:Graciette Grace

Fonte:Universo da Mulher