Rio de Janeiro, 18 de Setembro de 2021

Carta preta

Startup lança baralho que promete melhorar o diálogo dos casais sobre fantasias e desejos sexuais de forma leve e descontraída

O jogo possui 54 quartas que promovem tesão, conexão e diversão em três níveis progressivos de intimidade

No ano de 1999, uma sex shop britânica queria levantar o debate sobre a necessidade de uma vida sexual mais completa e satisfatória.

A loja então decidiu batizar o dia 31 de julho como o Dia do Orgasmo, uma data para refletirmos sobre a importância do prazer sexual como garantia de uma vida plena. É extremamente importante que cada um consiga descobrir o que lhe dá mais prazer durante o ato sexual para garantir uma relação prazerosa e sem frustrações.

E para descobrir o caminho, vale de tudo: desde experiências solos através do toque, até utilizar brinquedos e jogos eróticos com o parceiro (a).

Foi pensando nisso que a startup de áudios eróticos Tela Preta decidiu lançar o jogo Carta Preta.

“O objetivo do jogo é melhorar o diálogo do casal através de uma conversa descontraída e que possibilita explorar assuntos que, muitas vezes, são deixados de lado e que fazem toda a diferença na intimidade das pessoas, como por exemplo, os desejos sexuais ou as fantasias que ambos têm vontade de realizar, mas nunca tiveram coragem de contar um para o outro, então as cartas quebram esse gelo”, explica Fábio Chap, um dos sócios fundadores da Tela Preta.

O jogo possui 54 quartas que promovem tesão, conexão e diversão em três níveis progressivos de intimidade.

A embalagem do produto é super discreta e minimalista, ideal para transportá-la para qualquer lugar sem constrangimento, já que possui apenas o nome do jogo em uma caixa preta fosca.

Além disso, todas as cartas vêm com ilustrações desenvolvidas pela artista visual Raiana Britto, que priorizou desenhos com traços suaves e que passam longe de serem vulgares.

“Quando se fala em jogos sexuais, as pessoas logo imaginam um produto mais apelativo e de qualidade duvidosa, então nosso objetivo foi criar um produto sofisticado, com imagens elaboradas e um design arrojado, para atrair consumidores que, até então, torciam o nariz para esse tipo de produto e mostrar como eles podem ajudar na relação do casal”, diz Chap. O baralho será vendido na loja virtual da Tela Preta (loja.telapreta.app) pelo preço de R$ 69,90.

Sobre a Tela Preta

Iniciada em abril de 2020, a startup Tela Preta é a primeira plataforma de áudios eróticos do Brasil.

A ideia surgiu após Fábio Chap publicar em grupos de redes sociais contos eróticos narrados por ele. Enxergando uma grande oportunidade de empreendimento, o programador Samuel Aguiar propôs a Fábio criar uma plataforma digital para rentabilizar os áudios.

Fábio chamou o produtor de áudio Guilherme Nakata e a designer e criadora de conteúdo Laís Conter para reforçar o time que viria a formar a Tela Preta.

A plataforma foi batizada com esse nome pois no momento das gravações dos contos, Fábio colocava uma fita isolante na câmera do celular.

 

Saiba mais em https://cuidado.telapreta.app/

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Renato Lopes

Fonte:Universo da Mulher