Rio de Janeiro, 25 de Setembro de 2020

No Brasil, sério mesmo é o Carnaval

Enquanto se prendem políticos e gestores corruptos, fecham-se hospitais de campanha, desaparecem respiradores e insumos para combater a Covid, os representantes da cúpula do samba do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia se preocupam se haverá Carnaval em 2021.

Escolas de samba do Rio adiam para setembro decisão sobre desfiles do Grupo Especial em 2021

Representantes das escolas e da Liesa alegam que sem vacina contra a Covid-19 é impossível realizar o espetáculo em segurança. Novo encontro deve definir se haverá desfile no próximo ano.

Ficou para setembro a decisão sobre o carnaval do ano que vem. As escolas de samba do Grupo Especial se reuniram na noite de terça-feira (14) com representantes da Liga Independente (Liesa) e foram unânimes num ponto: não dá para ter desfile enquanto não existir uma vacina contra o coronavírus.

Das 12 escolas do Grupo Especial, 8 já divulgaram os enredos para o carnaval de 2021.

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Redação

Fonte:G1