Rio de Janeiro, 18 de Agosto de 2019

Exame preventivo: um grande remédio contra o câncer

O Brasil é um país com muitas desigualdades e peculiaridades e, por consequência, isso se reflete em vários tipos de câncer. O Rio Grande do Sul, por exemplo, possui uma alta incidência de tumores associados à vida e à alimentação de países mais desenvolvidos como: câncer de mama e de intestino.
 
Os principais fatores de risco para o desenvolvimento de câncer são alimentação inadequada, sedentarismo e obesidade.
 
Outro hábito negativo é o tabagismo, que está não só associado ao câncer de pulmão, como também à maioria dos tumores.
 
Além disso, sempre tem que se levar em conta a história familiar de câncer como fator de risco.
 
Hoje em dia, os tumores mais frequentes, em nosso meio, são passíveis de prevenção ou de detecção precoce com exames preventivos.
 
Dentre eles, os principais são o de colo do útero, de intestino, de mama e de próstata.
 
A realização de consultas médicas e exames periódicos nestas áreas são decisivos no sentido de evitar o desenvolvimento destes tumores, assim como de aumentar suas chances de cura.
 
O tratamento, o diagnóstico e a prevenção do câncer estão em evolução e de uma forma muito rápida.
 
Existem novos exames, medicamentos quimioterápicos e até mesmo remédios que podem diminuir o aparecimento dos tumores.
 
Com a evolução de diversos testes genéticos, já é possível, e muito mais no futuro, realizar tratamentos personalizados dirigidos aos fatores individuais peculiares aos riscos ou a doença de cada um de nós.
 
Mas, por enquanto, a prevenção continua sendo um eficaz remédio a todos.
 
 
 
 
 

Crédito:Marcia Cardoso

Autor:Luiz Affonso

Fonte:Universo da Mulher