Rio de Janeiro, 18 de Agosto de 2019

Alimentos funcionais

ALIMENTOS FUNCIONAIS: TUDO O QUE AS MULHERES PRECISAM PARA VIVER MELHOR
 
 
Esses ingredientes trazem muitos benefícios à saúde, ajudam na TPM e previnem e curam doenças

Estar em forma, ter hábitos saudáveis e viver de bom humor é o que desejamos. Porém, nem todos conseguem conciliar tudo isso com a vida moderna, que devido às inúmeras obrigações, faz com que as pessoas acabem tendo uma vida desregrada, em que não se dorme e nem se come bem.  Mas, afinal, o que é ter uma alimentação equilibrada e como ela pode modificar o nosso cotidiano? É aí que surgem os alimentos funcionais, que segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) são ingredientes que, além das funções nutricionais básicas, quando consumidos, como parte da dieta habitual, produzem efeitos benéficos à saúde.                        

Além de ser considerada saudável, a dieta funcional oferece ao organismo substâncias que auxiliam na prevenção e no tratamento de doenças, tanto é que, segundo pesquisas recentes, esses alimentos, unidos à prática de exercícios físicos, são capazes de combater o envelhecimento e reduzir em até 70% o risco de câncer e em 80% os problemas coronarianos. Sem contar que esse tipo de alimentação ajuda a reduzir os sintomas da famosa e temida Tensão Pré-Menstrual, responsável pelas mudanças comportamentais, cognitivas e físicas da maioria das mulheres que sofrem todo os meses com esse transtorno. Em casos como este, a ingestão de carboidratos integrais e pequenas refeições em curto espaço de tempo melhoram a oscilação de humor e a depressão. Sais minerais, como o magnésio e vitaminas dos tipos a B6 e a E, aliviam a retenção de líquido e a vontade de comer doces, o mal estar, a fadiga e a ansiedade.  “A soja é imprescindível em períodos de TPM, afinal o cálcio nela existente diminui drasticamente o inchaço, a cólica e a enxaqueca. O seu consumo diário de 20g a 50g de proteína de soja isolada pode resultar em uma redução de 20% a 30% do risco de doença coronariana e pode reduzir a freqüência e intensidade dos sintomas da menopausa”, afirma a nutricionista Lizandri Rangan, coordenadora do Serviço de Nutrição e Gastronomia do Hospital Leforte, do Grupo Saúde Bandeirantes, de São Paulo.

Um cardápio bacana deve ter alguns ingredientes como os flavonóides (uva, amora, framboesa, frutas cítricas, brócolis, repolho e chá verde), que têm efeito antioxidante - ação sobre a formação de radicais livres e diminuição dos níveis de ldl-colesterol; antocianinas (frutas em geral, principalmente as vermelhas escuras e roxas), que contribuem para a prevenção de doenças cardiovasculares e câncer; ácidos graxos ômega-3 (peixes de águas frias com alto teor de gordura; óleos vegetais), que ajudam na prevenção de doenças cardiovasculares e na prevenção e controle de doenças auto-imunes e inflamatórias; resveratrol e quercetina (casca de uva, vinho tinto e maçãs), os quais auxiliam na redução do risco de doenças cardiovasculares e inibição da formação de carcinógenos, coágulos e inflamações.

Também é importante que a dieta contenha isotiocianatos e indol (brócolis, repolho, couve-flor, rabanete e folha de mostarda), responsáveis pelo aumento da atividade de enzimas protetoras contra carcinogênese; betaglucana (aveia, cevada, legumes e alguns outros grãos), que controla a glicemia e o colesterol sérico; luteína e zeaxantina (folhas verdes, pequi e milho), que atuam diretamente na proteção contra a degeneração macular e na manutenção de uma boa visão; lignanas (linhaça), que inibem os tumores e hormônios dependentes; fibras/prebióticos (grãos integrais, frutas e vegetais em geral) para melhoria da saúde intestinal, redução do risco de câncer do cólon e controle do colesterol e probióticos (leites fermentados e iogurtes), que estimulam a saúde intestinal e reduzem o risco de câncer do cólon.  “Antes de definir o cardápio, é importante consultar um nutricionista para que as escolhas e porções sejam bem feitas e balanceadas para as necessidades reais de cada indivíduo”, finaliza Lizandri.

 

Crédito:Cris Padilha

Autor:Janis Lyn

Fonte:Universo da Mulher