Rio de Janeiro, 21 de Novembro de 2019

Beijar na Boca proporciona benefícios e prazer

Dentista revela que o beijo aguça os cinco sentidos e alivia o estresse
        
Prazeroso, beijar na boca traz uma série de benefícios físicos e emocionais.
 
O toque dos lábios movimenta 29 músculos faciais - 12 dos lábios e 17 da língua - num esforço que funciona como uma ginástica facial, ajudando a evitar o envelhecimento precoce, aguçando o olhar, o tato, o paladar, o olfato e a audição.
        
Segundo o cirurgião dentista José Ribamar Cerqueira Filho, do Rio de Janeiro, “um beijo na boca coloca o nosso corpo inteiro para trabalhar: beijar exercita os músculos, queima 12 calorias, aumenta a produção de hormônios e melhora a circulação sanguínea”.
 
Dr. Ribamar, que é especialista em Implantodontista e Periodontista, também afirma que “beijar eleva os batimentos cardíacos de 70 para 150 batimentos por minuto. Esse bombeamento sanguíneo aumenta a oxigenação das células, estimula as funções circulatórias e diminui a insônia e as dores de cabeça”.
 
Um beijo bem gostoso, especialmente quando é dado naquela pessoa especial, faz com que o organismo libere neurotransmissores, que são substâncias químicas que provocam sensações de euforia, felicidade e bem-estar. 
 
“O prazer que o beijo proporciona, tem como principal benefício o relaxamento causado pela liberação de uma série de substâncias, entre as quais a adrenalina e a endorfina, esta última responsável pela sensação de bem-estar, cujo aumento provoca emoções intensas. Por isso beijar na boca acalma e ajuda liberar sentimentos reprimidos, reduzindo o complexo de rejeição e aliviando o estresse” esclarece o especialista, que também é membro da Academia Americana de Osseointegração.
 
Quanto aos aspectos higiênicos, mesmo com muitos benefícios, através da troca salivar, o beijo pode transmitir a bactéria Streptococcus Mutans, causadora da cárie. José Ribamar informa que manter uma boca saudável depende de vários fatores.
 
“Para conservar um hálito sempre fresco e uma boca saudável não basta só escovar os dentes. É necessário fazer uma boa escovação em pelo menos três vezes ao dia ou até mais, usar o fio dental que é imprescindível para retirarmos a comida acumulada entre um dente e outro, e bochechar com algum anti-séptico bucal, responsável por matar os germes e bactérias que moram habitualmente na boca. É importante, também, visitar o dentista, periodicamente, realizando medidas profiláticas, para o não desenvolvimento de bactérias”, finaliza o dentista.
 
Feito isso tudo e não tendo nenhuma cárie ou problema estomacal a pessoa estará pronta para um bom beijo com hálito fresco e saudável. 

 
 
 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Miriam Barbosa

Fonte:Universo da Mulher