Rio de Janeiro, 26 de Outubro de 2021

Você sabe o que é bem estar financeiro?

Hoje se estima que somente no Brasil tenham mais de 60 milhões de pessoas endividadas. Esse endividamento tem origem diversa, como por descontrole do cartão de crédito, perda da renda e pela crise econômica atual.

 

Por isso, conhecer o conceito de bem estar financeiro pode ajudar de sobremaneira na sua vida. Evitar dívidas e ter organização financeira é garantir tranquilidade. Além disso, é saber que eventuais emergências poderão encontrar soluções.

Mas como, exatamente, funciona esse conceito?

Como é possível aplicá-lo no dia a dia?

Para isso, separamos abaixo informações cruciais sobre o bem estar relacionado às finanças. Dessa forma, continue lendo e confira como melhorar sua vida financeira!

O que é bem estar financeiro?
Esse é um conceito que foi desenvolvido em ainda na década de 1950, nos Estados Unidos, pelo psicólogo Abraham H. Maslow. Ele desenvolveu a Pirâmide de Maslow, que, por sua vez, estabeleceu necessidades humanas de acordo com a prioridade delas.

Ou seja, ele considerou tudo o que o ser humano precisa para desenvolver seu bem- estar e satisfação, bem como condições de manter sua sobrevivência, conforto e dignidade.

Por isso, a pirâmide tem, em sua base, as necessidades mais básicas. Com isso, cada um dos degraus demonstra um upgrade. Ou seja, avança para algo que é importante para o bem estar, mas não tanto quanto o degrau anterior.

Dessa forma, a pirâmide demonstra o que é necessário conquistar, primeiramente, para depois seguir às demais necessidades. Por isso, ela pode ser vista como degraus de uma escada. Somente é possível chegar aos últimos quando se supera os primeiros.

É com isso que o conceito de bem estar social, que se baseia na Pirâmide de Maslow, ajuda na educação financeira. Ele demonstra o que é necessário antes. E isso envolve não só no que você gasta seu dinheiro, mas como usa o cartão de crédito e outras questões financeiras.

Aliás, sequer se refere apenas às questões financeiras. Afinal, além de garantir financeiramente a alimentação, um ser humano precisa, para seu bem estar, de acesso ao convívio social, por exemplo. Igualmente, sentir-se bem com si mesmo, tendo confiança e estima.
 

Veja quais são as necessidades que a pirâmide considera, em ordem progressiva, da mais básica para as mais avançadas:


● Fisiológicas: correspondem às necessidades que o organismo possui e deve preencher para se manter vivo. Portanto, é a base da pirâmide, de forma que seu não preenchimento impede todas as demais conquistas. Correspondem à alimentação, à hidratação e ao tempo de sono;
● Segurança: diz respeito ao abrigo e à estabilidade para se manter nele, bem como as condições do degrau anterior;

● Amor e relacionamentos: diz respeito à necessidade humana de manter relacionamentos sociais, o que envolve os afetivos, de amizade e familiares;
● Estima: confiança e respeito;
● Realização pessoal: aqui as prioridades são diversas e bem personalizadas.

Por exemplo, para uns podem ser viagens, enquanto para outros podem ser investimentos, ou casas de veraneio, imóvel próprio ou o carro do ano.


Por que ele é importante para sua vida financeira?

Como vimos acima, o conceito de bem estar provém de um conceito de necessidades humanas. Embora não leve em consideração apenas questões financeiras, essa base é essencial para suas finanças.

Afinal, com ela você pode reconhecer quais são as prioridades orçamentárias. Ou seja, no que necessariamente o seu dinheiro deve focar. Da mesma forma, no que ele deve focar primeiro para, depois, pensar em outras questões.


Como desenvolver o bem estar financeiro?
Veja, abaixo, algumas dicas de como desenvolver educação financeira para, então, alcançar o bem estar efetivamente!
Tenha seus gastos mapeados

Primeiramente, é essencial que você mapeie seus gastos. Para isso, separe-os em categorias:
● Gastos fixos mensais: aluguel, condomínio e mensalidades. Ainda, é possível considerar uma média geral de alimentação e energia elétrica, que não costumam ter grandes variações de um mês para outro;
● Variáveis: são aquelas que ocorrem periodicamente, como presentes, compras de roupas, uniformes, seguros, etc. Também, incluem os que variam de grande forma a cada mês, como cartão de crédito.

Depois, note nos seus gastos se eles incluem todas as questões básicas dos primeiros degraus da pirâmide. Igualmente, separe o essencial do não essencial.

Planeje um orçamento mensal
Ainda, tenha um orçamento mensal que não só leve em consideração as despesas, como vimos acima, mas também a renda. Considere a fixa e variável. Assim, coordene seus gastos de acordo com elas, sempre tendo em mente a necessidade de reservar
parte.


Monte uma reserva financeira
Como dito rapidamente acima, sua renda deve conseguir dar conta das suas despesas e, também, da formação de uma reserva financeira. Ela é essencial para lidar com emergências e evitar sustos.


Negocie dívidas
Ainda, o bem-estar financeiro requer que você negocie dívidas. Isso permite que você deixe de pagar juros altíssimos e, também, a limpeza do seu nome. Assim, seja ela uma dívida do rotativo do cartão de crédito ou outras, busque antes de tudo quitá-la.


Pense no longo prazo
O bem estar financeiro requer, também, que você pense no futuro. Para isso, considere investir. Aplicar a educação financeira é sempre pensar no amanhã e em como continuar garantindo, nele, as necessidades básicas e as mais avançadas.


Benefícios do bem estar financeiro
O bem estar financeiro traz uma série de vantagens, como:
● Organização financeira;
● Economia;
● Faça seu dinheiro render;
● Use seu cartão de crédito de forma inteligente;
● Saiba como escolher produtos financeiros;
● Conquiste seus sonhos;
● Garanta seu bem estar e tranquilidade.


Considerações finais
O conceito de bem estar financeiro que se apresenta por meio do escalonamento de necessidades, das mais básicas às mais avançadas e menos cruciais, ajuda bastante a entender o que é preciso conquistar antes para só então avançar.
Além disso, ele anda de mãos dadas com a educação financeira, que é quem dá as diretrizes de como conquistar cada um desses passos. Igualmente, como lidar com as finanças de modo a garantir o avanço na pirâmide.

 

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Redação

Fonte:Juros Baixos