Rio de Janeiro, 24 de Maio de 2024

Mulheres fingem orgasmos por falta de autoconhecimento

Fingir orgasmo é uma prática comum entre as mulheres. Mas, por que será que isso acontece?

Existem algumas razões para explicar esse comportamento. Pode ser medo de desagradar o parceiro, insegurança, tédio e até falta de informação, de não conhecer o próprio corpo para chegar ao clímax.

Um estudo recente, realizado pela Archives of Sexual Behaviors, afirma que 60% das mulheres em relacionamentos heterossexuais fingem orgasmo, e para 55% delas o principal fator é a falta de conhecimento. Outra pesquisa feita pelo Departamento de Transtornos Sexuais da USP apontou que 55% das brasileiras não têm orgasmos nas relações sexuais.

Este cenário pela busca do autoconhecimento tem mudado e cada vez mais, as mulheres estão à procura de mais informação.

O público feminino quer entender mais sobre sua sexualidade e não enxerga a relação mais só com o objetivo de agradar seu par, querem ter prazer, e falar desse assunto sem tabus.

Como ter prazer sozinha?

O orgasmo ainda é um assunto que encontra muitas barreiras. É preciso levantar discussões, colocar o assunto em pauta, falar sobre isso. Há uma procura muito grande por mulheres que buscam o primeiro vibrador. E, dentro desse público, existem mulheres acima de 50 anos que nunca conseguiram chegar lá, e agora estão à procura de acessórios que ajudem a ter prazer sozinha. Na loja Diversão e Amor (www.diversaoeamor.com.br), tivemos uma procura de 20% nos últimos meses.

Hoje, sabemos que dependemos de muitos fatores para atingir o orgasmo. Esse processo envolve muito autoconhecimento. O vibrador, muitas vezes, é a porta de entrada para essa descoberta. E uma das tendências no mercado erótico são os sextech, os chamados sex toys fofos ou com design clean. São mais discretos e fáceis de guardar. Há ainda os vibradores menores, como os bullets, para quem está no início. São inúmeras possibilidades.

 

Assinado por:

Natália Cavalcante - especialista em produtos eróticos da loja Diversão e Amor.

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Natália Cavalcante

Fonte:Universo da Mulher