Rio de Janeiro, 04 de Dezembro de 2021

Segredos orientais para a pele

O oriente parece estar cada vez mais próximo. E a onda de mesclar o conhecimento milenar desta região com aquele desenvolvido no ocidente chegou também aos tratamentos estéticos, principalmente quando o assunto é a pele. Agora, procedimentos de hidratação, limpeza, clareamento, entre outros, podem contar com a eficácia de técnicas chinesas, que proporcionam ainda equilíbrio mental e bem-estar. “A grande vantagem dos tratamentos de pele aliado ao uso da medicina oriental é o relaxamento no qual o paciente é submetido, o que permite uma resposta muito melhor. Durante o procedimento, trabalhamos também a parte sensorial, com a ajuda, por exemplo, da música e da aromaterapia. Além de tratar da pele, o indivíduo se renova interiormente e sai da sessão se sentindo outra pessoa”, ressalta a esteticista do Centro Médico de Terapias Integradas do Leblon, Rio de Janeiro, Angélica Marise Macedo.
 
Sofrer com a desvitalização e a pele flácida  são problemas mais do que comuns para mulheres na pós-menopausa. Nestes casos, recomenda-se tratamentos de revitalização, que também vão prevenir o envelhecimento cutâneo e a flacidez, contribuindo para  renovação celular, clareamento e desintoxicação. Coincidência ou não, estas são justamente algumas das propriedades do pó de pérola, resultado do processamento do líquido secretado pela ostra, e do fio da seda, proteína lipídica rica em aminoácidos, que chegaram a este lado do planeta para devolver o viço a peles prejudicadas pela ação do tempo, estresse e alimentação inadequada. “Estas substâncias também auxiliam na regeneração dos tecidos, restauram peles pós-procedimentos com ácidos e lasers e danificadas pela exposição ao sol, devolvendo a umidade, o brilho e a firmeza e, conseqüentemente, diminuindo rugas e linhas de expressão”, explica a especialista, citando maneiras comuns de eliminar, por exemplo, as manchas e o ressecamento trazidos pelo descontrole hormonal da menopausa.
 
Acredite ou não, a reflexologia também é grande aliada de quem deseja ter uma pele revigorada. A técnica de manipular pontos reflexos nos pés e nas mãos para interferir no equilíbrio energético de diferentes órgãos e sistemas é capaz de melhorar o processo de digestão, favorecer os intestinos grosso e delgado, rins, pulmões, coração, cérebro, entre outros. Pode-se, assim, aliviar as tensões e harmonizar o organismo o que, segundo a esteticista, é fundamental para o processo de revitalização do tecido. “É um trabalho completo”, diz Angélica.
 
E para aqueles que estão fartos da acne, nada de dispensar a boa e velha limpeza de pele. Basta aliá-la a técnicas como a própria reflexologia, que pode beneficiar o funcionamento de órgãos como fígado, estômago, vesícula biliar, intestino, e regularizar a disfunção que causa o problema. Angélica explica: “Além da hereditariedade, estresse, desequilíbrios hormonais e reações a medicamentos e cosméticos, uma alimentação inadequada e o mau funcionamento do sistema digestivo podem contribuir para o surgimento desta afecção”. Quando o problema chega a um grau muito avançado, recomenda-se ainda o uso de fitoterápicos e sessões de acupuntura, sob orientação médica.

 

Crédito:Fatima Nazareth

Autor:Betina Diniz

Fonte:Ricardo Machado Assessoria de Comunicação