Rio de Janeiro, 16 de Janeiro de 2021

Dieta equilibrada durante o inverno evita aumento de peso e colesterol

Cardiologista e nutrólogo do HCor - Hospital do Coração indica os alimentos mais apropriados para essa época do ano, além de dar dicas para comer bem e sem culpa
 
 
Com a chegada do inverno aumenta a procura por receitas que, devido à combinação de ingredientes, ajudam a aquecer o corpo.
 
Porém, a maioria dessas delícias também pode proporcionar um aumento de peso e do colesterol ruim (LDL), pois são compostas por  alimentos bastante calóricos e gordurosos.
 
Ter bom senso e moderação na seleção dos ingredientes é o primeiro passo para uma alimentação saudável no inverno.
 
“A alimentação não deve ser um amontoado de preceitos rigorosos nem devemos proibir. A proibição leva à culpa e à transgressão", salienta o Dr. Daniel Magnoni, cardiologista e nutrólogo do HCor-Hospital do Coração.
 
Mesmo com os deliciosos pratos disponíveis no inverno, é importante manter sempre uma dieta equilibrada com os nutrientes essenciais à saúde como carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas, minerais e água.
 
As sopas são uma boa opção para espantar as baixas temperaturas e saciar a fome, para aqueles que estão acima do peso, quando preparadas com uma variação de legumes, verduras, grãos, azeite de oliva e temperos que ressaltem o sabor.
 
“Os legumes têm baixos índices de calorias, são ricos em fibras e facilitam a digestão.
 
Já os grãos possuem, em sua composição nutricional, alta participação de gordura monoinsaturada, a chamada gordura boa, além de eletrólitos como zinco e selênio, que são importantes antioxidantes.
 
No Brasil existem inúmeros produtos naturais e com sabor exótico que podem ser incorporados à alimentação diária” explica o Dr. Magnoni.
 
Uma alimentação rica em azeite, principalmente quando comparada a dietas fartas em gordura animal, fontes de gordura saturada, é capaz de reduzir o colesterol LDL (conhecido como o mau colesterol) e aumentar o HDL (bom colesterol), que protegem as artérias.
 
Ao consumir o azeite estamos ingerindo 77% de gordura monoinsaturadas, 14% de saturadas e 9% de polinsaturadas, o que torna este óleo mais saudável em relação aos outros.
 
 
Dicas para comer com saúde e prazer:
 
ä Fracionar a alimentação durante o dia;
ä Incorporar legumes coloridos à alimentação;
ä Incorporar alimentos com sabor acentuado;
ä Utilizar frutas em mistura com doces e salgados;
ä Utilizar o sabor azedo de algumas frutas na preparação de carnes;
ä Reduzir o sal e gorduras saturadas;
ä Aumentar gorduras monoinsaturadas, azeite de oliva e canola;
ä Evitar ingerir refrigerantes e bebidas gasosas;
ä Reduzir o consumo de carboidratos no período noturno;
ä Aumentar o exercício aeróbico visando controlar o peso;
ä Não comer por impulso;
ä Não ir ao supermercado com fome.
 
 
 

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Italo Genovesi

Fonte:HCor – Hospital do Coração